domingo, 2 de julho de 2017

Desfile de Sete de Setembro - Alunos do Ginásio Bernardo Sayão - Anos 1960.

Alunos do extinto Ginásio Bernardo Sayão desfilam na Rua Godofredo Viana.


Alunos do extinto Ginásio Bernardo Sayão em Imperatriz Maranhão, escola que pertencia a CNEC, Campanha Nacional de Escolas da Comunidade, desfilam em um Dia da Pátria, 7 de Setembro, em algum ano no final da década de 1960. A rua em questão é a Rua Godofredo Viana, vendo ao fundo a construção da Igreja Nossa Senhora de Fátima.
Esta fotografia pertence ao arquivo pessoal do senhor João Silva Lima, que aparece em primeiro plano na imagem.

domingo, 1 de janeiro de 2017

Dra. Ruth Ferreira de Aquino Noleto - Uma Mulher Além do Seu Tempo.

Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto. Avenida Pedro Neiva de Santana em Imperatriz (MA).


Dra. Ruth Noleto ao lado do seu esposo, o médico Dr. Raimundo Noleto, na pose de Renato Moreira como prefeito de Imperatriz (MA), em 31 de janeiro de 1970.


A tradicional foto de formatura no curso de medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Distrito Federal - Rio de Janeiro em 1956.



Convite de Formatura - 1


Convite de Formatura - 2


Convite de Formatura - 3


Convite de formatura - 4


Convite de Formatura - 5

Como candidata a vice-prefeita de Imperatriz na chapa do candidato Arruda (MDB), em 1973.


Dra. Ruth Ferreira de Aquino Noleto, uma mulher que faz parte da história de Imperatriz MA, médica, muito ajudou os menos favorecidos que a procuravam. Com seu esposo, o médico Raimundo Noleto Filho, fundaram em novembro de 1966, o Hospital São Raimundo, na época um dos maiores hospitais do interior do Maranhão, com 120 leitos, estava situado na avenida Getúlio Vargas, entre as ruas Maranhão e Piauí. Dra Ruth era uma mulher além do seu tempo, em uma época em que as mulheres, na sua maioria, viviam isoladas politicamente em nossa região, ela já se posicionava como uma líder política, atuando pelo partido de oposição a ditadura militar vigente no país, o MDB, onde foi candidata a vice-prefeita da cidade no início dos anos 1970. Dra. Ruth nos deixou um legado de carisma, bondade, profissionalismo, educação, perseverança, e acima de tudo um caráter inabalável, cumpriu sua missão com dignidade aqui neste mundo, sendo hoje reconhecida pelo governo estadual que, em sua homenagem, nomeou um dos maiores hospitais públicos do estado com seu nome, o Hospital Macrorregional Dra. Ruth Noleto, localizado na Avenida Pedro Neiva de Santana em Imperatriz Maranhão.
Dra. Ruth Noleto formou-se em medicina na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Distrito Federal, na época a cidade do Rio de Janeiro, no ano de 1956.
 Nasceu em Januária (MG) em 27 de abril de 1931 e faleceu em Belém (PA) em 28 de janeiro de 1990, deixando 3 filhas, Zilda Noleto (in memorian), Zilah Noleto e Zeila Noleto.


As imagens, algumas raríssimas da Dra. Ruth Noleto, mostram o Hospital estadual em sua homenagem, com seu esposo, Dr. Raimundo Noleto na pose do prefeito Renato Moreira em 31 de janeiro de 1970 em Imperatriz MA, a foto de formatura do curso de Medicina, O convite da formatura e o cartaz de sua candidatura como Vice Prefeita de Imperatriz  em 1973.

Esta homenagem a Dra. Ruth Noleto, foi publicada em minha página no Facebook, Imperatriz Maranhão, Sua História, Sua Gente, em 27 de dezembro de 2016. (Fernando Cunha).
https://www.facebook.com/imperatriz.historica/

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Raimundo Sousa e Silva - Ex-Prefeito de Imperatriz (MA) - 09/05/1967 a 31/01/1970.

Raimundo Sousa e Silva


Prefeito de Imperatriz Maranhão, de 9 de Maio de 1967 a 31 de Janeiro de 1970. Vice-prefeito eleito na chapa de Eurípedes Bernardino Bezerra. Assumiu o cargo com a renúncia do tutular. Em seu governo deu sequência a abertura do bairro Nova Imperatriz, e concluiu a reforma da Praça da Concórdia, a qual nomeou de Praça Marechal Castelo Branco, hoje rebatizada de Praça da Cultura Renato Cortez Moreira, no centro antigo da cidade.

Texto: Encciclopédia de Imperatriz: 150 anos: 1852-2002 - Edmilson Sanches. Página 354.

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Lançamento da Pedra Fundamental da Loja Maçônica Firmeza Humanidade - Imperatriz Maranhão em 1968.

Esposas dos maçons de Imperatriz (MA) em Setembro de 1968.

Senhoras, esposas dos maçons de Imperatriz (MA) reunidas nesta rara fotografia, no lançamento da pedra fundamental da Loja Firmeza Humanidade Imperatrizense em 7 de Setembro de 1968.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Avenida Getúlio Vargas no início dos anos 1980. Imperatriz Maranhão.

Avenida Getúlio Vargas início dos anos 1980- Imperatriz (MA).


Avenida Getúlio Vargas no início dos anos 1980, em uma panorâmica vista da esquina desta avenida com a Rua Rio Grande do Norte sentido Rio Tocantins, ainda visualizando a famosa Igreja da Ponta Fina (Igreja Presbiteriana), localizada na esquina da Getúlio Vargas com rua Ceará, durante a construção do Poseidon Hotel, que na época, seria o mais moderno hotel do sul do Maranhão. Interessante notar que o trânsito na referida Avenida, era BR -010 - Rio Tocantins, o que ocorreu em um curto espaço de tempo, voltando logo depois ao sentido Rio tocantins - BR 010 até os dias atuais.
Fotografia efetuada pelo senhor Valdevino Damásio, mestre de obras da construção do Poseidon Hotel, e ofertada por seu filho, o arquiteto Marcos Damásio.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Alunas do Educandário Santa Teresinha, hoje Escola Santa Teresinha - Início dos anos 1960.

Alunas do Educandário Santa Teresinha no início dos anos 1960.

Duas alunas do Educandário Santa Teresinha, hoje Escola Santa Teresinha, posam orgulhosamente com a bandeira da Escola. Interessante escrever que neste local, da fotografia, ergue -se um prédio com modernas salas de aulas. A escola Santa Teresinha, a mais antiga e tradicional instituição de ensino de Imperatriz Maranhão, foi fundada no ano de 1924 pelas irmãs missionárias capuchinhas Agueda, Judith, Eleonora e Júlia.

Foto: Arquivos da Biblioteca da Escola Santa Teresinha.

terça-feira, 21 de outubro de 2014





Fotografia efetuada pelo missionário católico Albé Ambrogio, mostrando a Igreja de Santa Teresa, a Escola Santa Teresinha e parte da Escola Estadual Governador Archer na segunda metade da década de 1960.